03/04/2013

Elfos


Hi People!
Esses dias que passei fora, pensei em mudar a estrutura do blog. Por exemplo, interagir mais com vocês, sei lá não tenho ainda um esquema pronto, mais enfim, pra que minha ideia já comece ser usada, resolvi começar pelo enunciado do post; por ele vai ser nosso primeiro contato. ^^

Eu particularmente amo elfos, esse ser mágico me fascina e sou apaixonada por eles, pena que não encontro muitos livros contando sua estória ou histórias de aventuras, como Senhor dos Anéis, com eles como personagens. 

Essa é uma série nova que vou começar postar aqui, não vou me prender em matérias sobre a Ásia, vou mostrar á vocês as coisas que eu gosto, começando pela serie "Criaturas", que começa com os elfos e segue com os outros seres mágicos.

Espero que gostem. 
Boa Leitura!


Elfo é uma criatura mística da Mitologia Nórdica e Céltica, que aparece com frequência na literatura medieval européia.
Nesta mitologia os elfos chamam-se Alfs ou Alfr, também chamados de "elfos da luz" - Ljosalfr. São descritos como seres belos e luminosos, ou ainda seres semi-divinos, mágicos, semelhantes à imagem literária das fadas ou das ninfas. De fato, a palavra "Sol" na língua nórdica era Alfrothul, ou seja: o Raio Élfico; dizia-se que por isso seus raios seriam fatais a elfos e anões.
Eram divindades menores da natureza e da fertilidade. Os elfos são geralmente mostrados como jovens de grande beleza vivendo entre as florestas, sob a terra, em fontes e outros lugares naturais. Foram retratados como seres sensíveis, de longa vida ou imortalidade, com poderes mágicos, estreita ligação com a natureza e geralmente acompanhadas de ótimos arqueiros.



Definições

As mais antigas descrições de elfos vêm da Mitologia Nórdica. Eram chamados álfar, de singular álfr. Outros seres com nome etimologicamente relacionados a álfar sugerem que a crença em elfos não se restringe aos escandinavos, abrangendo todas as tribos Germânicas. Essas criaturas aparecem em muitos lugares.
Shakespeare as imaginava como seres pequeninos, descrição essa que o autor de O Senhor dos AnéisTolkien, odiava. Os elfos são sábios, não muito altos cerca de 1,50m de altura, belos e quase imortais. Há outro tipo de elfo chamado "Elfo Bárbaro", que dizem que foi "invocado" para ajudar um vilarejo. Ele pode ter até 2,10m de altura, e possui uma aparência similar a de um Guerreiro Bárbaro. Essa variação pode ser vista no jogo World of Warcraft, na seleção de personagens. Há também muitos tipos diferentes de elfos no jogo de cartas da Wizards, Magic: The Gathering.


As definições são muitas, como a de Giraldus Cambrensis (autor galês do século XII), são um pequeno povo de cabelos claros, belos rostos e porte digno, que vivem em uma região escura em que não há sol, nem lua, nem estrelas. Falam pouco e sua maneira de expressar-se é através de um sibilo claro. As mulheres fiam habilmente, tecem e bordam. 
São seres belos e luminosos, ou ainda seres semi-divinos, mágicos, semelhantes à imagem literária das fadas ou das ninfas
Eram divindades menores da natureza e da fertilidade. Os elfos são geralmente mostrados como jovens de grande beleza vivendo entre as florestas, sob a terra, em fontes e outros lugares naturais.
Foram retratados como seres sensíveis, de longa vida ou imortalidade, com poderes mágicos, estreita ligação com a natureza e geralmente como ótimos arqueiros.


Já nos contos populares do início da Idade Moderna, os elfos são descritos como entidades pequenas, esquivas e travessas, que aborrecem os humanos ou interferem em seus assuntos. Às vezes, são consideradas invisíveis. Nessa tradição, os elfos se tornaram sinônimos das "fadas" originadas da antiga mitologia céltica, como os Ellyll (plural Ellyllon) galeses.
Mais tarde, a palavra elf, assim como o termo literário fairy, evoluiu para denotar, em geral, vários tipos de espíritos da natureza, como pwcca, hobgoblin, Robin Goodfellow, o brownie escocês e assim por diante. Esses termos não são mais claramente distinguíveis no folclore e passaram a ser equivalentes do igualmente genérico termo português encantados.

Como chamar um Elfo

Uma lenda diz que se alguém espalhar folhas de escambroeiro ou espinheiro-cerval (Rhamnus cathartica, em inglês blackthorn, de frutos purgativos) em um círculo e dançar dentro dele sob a lua cheia, aparecerá um elfo.
O dançarino deve ver o elfo e dizer, Halt and grant my boon! ("Pare e me dê a bênção!") antes que ele fuja. O elfo atenderá então a um desejo.
Mais elfos não são seres que possam ser subjugados para se obter algo, pois sua natureza é bem diversa dos outros elementais.
Eles são muito independentes e jamais alimentarão desejos humanos torpes e egoístas.

Para entrar em contato com os elfos: deve-se dirigir a lugares onde costumam habitar:
bosques, dólmenes, templos abandonados, rios, lagos, lugares que não costumam ser visitados pelos seres humanos.
Ao se chegar ao local, deve-se sentar-se no solo ou em uma pedra e chamá-los com amabilidade.
Se for possível, deve-se recitar algum poema, realizar um rito ou cantar uma canção élfica. Pode-se também levar alguns presentes como doces, cervejas, etc.
Não peça nada, apenas desfrute da mágica companhia dos elfos.
Se conseguir despertar atenção, já será uma grande vitória.

Aparência

Os elfos possuem mãos e pés grandes em comparação ao resto de seu corpo. Suas pernas são extremamente finas e apresentam orelhas e narizes pontiagudos. Suas bocas também são muito largas. Já sua pele é geralmente rugosa, mas sua cor vai variar segundo a tribo que pertence.
Eles são de uma natureza intermediária entre o homem e o anjo, apresentam espírito inteligente e curioso, corpo fluídico e são mais visíveis no crepúsculo

Os elfos da tradição escandinava e celta medem cerca de 25 a 30cm. Entretanto, não são todos iguais, pois alguns são conhecidos como elfos de luz e outros como elfos escuros. Os elfos luminosos possuem o corpo transparente e, como tais, podem atravessar qualquer corpo sólido. Inclusive podem demorar-se sobre o fogo, sem que esse chegue a afetá-los. 


Os elfos, podem viver no interior de qualquer lugar, mas preferem construir suas casas, muito ocultas e saindo somente a noite para evitar de serem vistos.
Os elfos escuros são em maior número que os luminosos e habitam o interior dos troncos das árvores, em cujas imediações adoram viver. Mas como também são amantes da música, podem ser vistos nas correntes dos rios, no mar e nos saltos das cascatas, que possuem seu próprio ritmo. Dos sensuais lábios dos elfos, desprendem-se doces canções, que encantam os ouvidos de qualquer mortal.
A organização élfica varia dependendo de cada povoação que estão dispersas pelo mundo inteiro e vão desde pequenos assentamentos até grandes cidades. A estrutura social de cada povoado dependerá de diversas opções, normalmente são governados por um conselho de sábios, feiticeiros e militares ou algum regente.
Os elfos possuem uma variedade de ocupações que vão de guerreiros a agricultores e até construtores e guardiães das portas do céu. Destacam-se ainda pelo grande conhecimento sobre artes.
Todas as cidades élficas são dotadas de grande beleza, pois são seres muito habilidosos em todas as tarefas que empreendem. Seus gostos são refletidos em suas obras e suas casas. Se interessam pela beleza da natureza, pela dança, pelo canto e pelo jogo.
Não fazem amigos com facilidade, pois são muito reservados. Procuram manter-se afastados dos humanos.
Os elfos são temidos por outras raças, pois são excelentes guerreiros e caçadores. Acreditam que qualquer forasteiro é um inimigo em potencial, que poderá roubá-los e enganá-los. Entretanto, os ataques dos elfos contra inimigos, raramente são sangrentos.




Elfos e Humanos

Há muito tempo atrás, os Elfos se aliaram aos humanos. Eles auxiliaram os homens nas batalhas contra seus inimigos comuns, os Trolls e outros monstros. Quando os homens viviam em harmonia com a natureza e não destruía as florestas e nem poluíam os mares e o ar, todas as boas entidades elementais colaboravam com os humanos. Essa harmonia incluía também outros protetores da natureza.
Os dois reinos, Élfico e Humano, viviam em harmonia e troca de favores uns para com os outros. Eles viviam como amigos e até faziam acordos de guerra e paz com outras entidades que habitavam o planeta Terra.
Haviam romances e até casamentos entre Elfos e humanos.


Elfos no RPJ

Elfos em jogos de RPG são pessoas de uma raça mística com aparência humanóide geralmente belos(as) e loiros. São mais baixos e menos fortes, porém mais rápidos e habilidosos que os humanos. Há quem diga que são Semi-Deuses e Imortais.
São seres mágicos, ligados à natureza, o que os diferencia de Magos e Feiticeiros, que advém do estudo das artes arcanas por outras raças.
São excelentes arqueiros e possuem natural aptidão para as magias da Natureza (típica dos Druidas). Também famosos por Criarem Várias armadilhas para se livrar de seus inimigos. Têm longevidade e excelente prontidão (5 sentidos aguçados). Entre eles e os Anões há uma inicial indisposição. A reação entre eles sempre deve começar negativa.

Tipos principais:
Elfos da Montanha (distantes da sociedade, possuem reação negativa a qualquer um que não seja elfo. Possuem maior resistência que outros elfos)
Elfos da Floresta (foram os primeiros a manterem contatos com outras raças. Possuem ascendência sobre outras tipos de elfos pelo seu poder mágico e seu maior conhecimento.)
Elfos Escuros (- ou elfos negros. Vagueiam em pântanos, charcos e nas regiões mais úmidas e fechadas das Florestas. São hostis a outras raças e têm reação negativa com todos, inclusive outros elfos.)

Tipos secundários:
Elfos Noturnos: estes elfos têm geralmente a pele que varia do roxo ao violeta. São inteligentes e pela característica da raça tem mais vantagem na noite.
Altos Elfos: são uma "sub-espécie" dos elfos da noite. Este tipo de elfo é o que está mais próximo de ser humano na aparência.






Elfos são criaturas com assunto pra um livro, oque não da pra colocar tudo aqui no Blog, infelizmente. 
Esse post foi apenas uma explicação básica sobre eles, se se interessou por esses seres de orelhas pontudas, não deixe de pesquisar mais e virar um Expert em Efs. kkkkkk'

Até a próxima.




2 comentários:

  1. Ótimo texto, parabéns pelo trabalho e adorei a charge do Rei Thranduil e Legolas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fan Page!

Search

Fa�a Parte!

Marcadores

Matérias (23) Japão (21) Estilos (8) FYou (5) Aulas (4) Curiosidades (3) Notícias (3) Aprender (2) Aula (2) Coreia (2) Dicas (2) Fotos (2) Hiragana (2) Japonês (2) Kanji (2) Katakana (2) Nirongo (2) Online (2) Outros (2) Sensei (2) Animes (1) Criaturas (1) Tutoriais (1)
Tecnologia do Blogger.