16/10/2012

O trem no Japão


Como todos nós já sabemos o trem é o principal meio de transporte dos japoneses, com ele milhões de pessoas circulam por longas e pequenas distancias todos os dias.
Tenho certeza que qualquer pessoa já teve vontade de entrar em um trem bala certo? Ou até mesmo no trem normal, já que no Japão, diferente daqui, existem os dois tipos. 

Agora vamos conhecer mais um pouco sobre o lugar que os japoneses passam em média três horas por dia, sua segunda casa.




Situações curiosas: é a hora do embarque e desembarque que muitas situações excêntricas poderão ser vistas: os passageiros do lado de fora dando espaço para os passageiros que saem dos trens ou os passageiros se apertando para entrar nos vagões, sendo ajudados pelos famosos funcionários que empurram todo mundo para dentro dos vagões usando luvas brancas.

Pontualidade e organização ao extremo: mesmo com toda a "muvuca" que fica nas estações de trem, acredite, nunca há tumultos ou brigas; tudo é muito organizado e civilizado. Os horários dos trens são seguidos à risca. Muito raramente há algum atraso nas chegadas e partidas dos trens nas estacões. 

Senhores passageiros...: quando você estiver esperando seu trem na estação, fique atento à música e à voz que anuncia a todas as chegadas e partidas dos trens. Praticamente todas as estações possuem a mesma voz e a mesma música para os anúncios, tudo levando ao pé da letra as questões de padronização e pontualidade. Mas em alguns lugares há exceções como em Takadanobaba, em Tokyo, que, para anunciar as chegas e partidas dos trens, toca a música tema de Astro Boy. O motivo? Osamu Tezuka, nasceu naquele bairro. Outra estação de trem que tem sua música própria  neste caso um clássico jingle de um comercial de cerveja, é a Ebisu, que também está localizada em Tokyo, pois é o local onde uma fábrica de cerveja homônima está instalada. 

Intimidade com o trem: devido ao extremo uso dos trens pelos japoneses, é comum vermos seus passageiros bem acomodados nos assentos, que são esquentados no inverno, lendo mangá, retocando a maquiagem, trocando SMS ou verificando seus e-mails no celular entre outras situações. 

Sinalização para ninguém botar defeito: a sinalização nas estações é algo de impressionar, já que em algumas delas é possível encontrar mais de 200 saídas, como é o caso de Shinjuku, em Tokyo. Por isso é extremamente importante que seja feito um trabalho bem forte e de qualidade na hora de fazer a sinalização destes locais, para orientar japoneses e os turistas, que não precisarão saber ler Nihongo para conseguirem se achar no meio desta cidade subterrânea. A criatividade vai além das básicas placas; é possível encontrar sinalização no chão, nas paredes e no teto.

Um mundo abaixo da terra: acredite, em algumas estações, como é o caso da linha Oedo, é possível passear a mais de seis andares abaixo da terra, por mais de 10 minutos. Mas não se preocupem  vocês acharão escadas rolantes, lanchonetes, cafeterias, lojas de departamento e conveniência  guarda volumes e até mesmo restaurantes em todos esses lugares.


Créditos: Neo Tokio Nº 56

Quer saber mais? 

O Hiro do canal Aqui Pode fez um vídeo contando um pouco sobre os trens, vale a pela conferir. 



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fan Page!

Search

Fa�a Parte!

Marcadores

Matérias (23) Japão (21) Estilos (8) FYou (5) Aulas (4) Curiosidades (3) Notícias (3) Aprender (2) Aula (2) Coreia (2) Dicas (2) Fotos (2) Hiragana (2) Japonês (2) Kanji (2) Katakana (2) Nirongo (2) Online (2) Outros (2) Sensei (2) Animes (1) Criaturas (1) Tutoriais (1)
Tecnologia do Blogger.